sábado, 21 de abril de 2007

O Limbo e a Tusa (reflexões)

Aqui há uns tempos escrevi que as razões que levam ateus a discutir Deus têm menos a ver com "Ele" do que com os que "Nele" crêem. Outra das razões é por conseguir ser bastante divertido.


"Num documento publicado hoje, a Comissão Teológica Internacional, que depende da Congregação para a Doutrina da Fé, declara-se convencida de que existem «sérias razões teológicas para crer que as crianças não baptizadas que morrem se salvarão e desfrutarão da visão de Deus»."


Igreja Católica elimina o limbo para crianças que morrem por baptizar, Público (20.04.2007)



Numa acção semelhante, espera-se para breve uma clarificação, por parte de uma comissão de sábios muçulmanos, sobre a validade da afirmação de Al-Suyuti de que, no paraíso, o pénis do crente se encontra eternamente erecto. A confirmar-se, embora não sendo absolutamente impeditivo, o ansiado confronto com o criador tornar-se-ia inevitavelmente embaraçoso. Ou estará o Dele também entesado? E importará o tamanho? Tudo temas a tratar por quem de direito.